Se voce conhece a família ou conhecidos entre em contato

Marcelo e Raquel surdo-mudos precisam de ajuda. ATUALIZAÇÃO AGOSTO/1913: ENCONTRADOS OS PAIS BIOLÓGICOS.

LIOR DOS SANTOS

Procuro minha mãe Izabel Alves dos Santos. Nasci em Agosto ou Set/1986 - Curitiba ou outra região

BUSCA IMEDIATA É LEI FEDERAL 11.259/05

Determina que o registro do desaparecimento de crianças e adolescentes seja feito imediatamente. Não é necessário esperar 24h.

50 MIL CRIANÇAS E ADOLESCENTES DESAPARECEM POR ANO NO BRASIL

20% desses casos não são resolvidos, ou seja, 10 mil crianças e adolescentes não voltam para as suas famílias.

DESAPARECIDOS DO BRASIL NA LUTA CONTRA OS SEQUESTROS DE CRIANÇAS

O tráfico humano existe e é a principal causa dos desaparecimentos de crianças e adolescentes. Junte-se à nós nessa luta! Cadastre-se.

30 de ago de 2013

Artur Pietro 3 anos desaparecido

Arthur Pietro Neves da Silva


CRIME ESCLARECIDO

http://www.pc.ro.gov.br/destaque/deccv-caso-arthur-pietro-esclarecido-20140328-4563.html


__________________________________________________________________________


O Boletim de Ocorrências foi feito no 6º DP e foi repassado para a Delegacia de Homicídios

Local: Ayrton Sena - Rondônia

Quem souber de informações sobre Arthur Pietro Neves da Silva pode entrar em contato com a família através dos telefones (69) 9300-3439 ou (69) 93258-4565. 


Família pede ajuda na divulgação




Histórico:

Artur Pietro desapareceu da varanda de casa, por volta de 9h30 da manhã, segundo o avô da criança, Washington Luís Pinheiro. Os pais – o segurança Felipe Rogério da Silva Pinheiro, 27 anos, e a vendedora Conceição de Maria Neves, 32 – limpavam a casa, quando notaram o sumiço de Artur Pietro, por volta de 9h30.“Foi uma questão de minutos “, conta o avô. A família está desesperada. Artur Pietro é o primeiro filho do casal.


Prevenção - Recomendações da Polícia.

Em caso de desaparecimento de algum ente querido:

•Ligar imediatamente para o 190 (Polícia Militar) e informar o fato. Os policiais empreenderão buscas e depois registrarão o Boletim de Ocorrência na delegacia da área (não é preciso esperar 24 horas para comunicar à Polícia o desaparecimento);
•Descrever as circunstâncias em que se deu o desaparecimento, bem como a aparência e vestimentas da pessoa, fornecendo o máximo de detalhes. Levar fotos atuais e documentos do desaparecido;
•Conversar com os amigos do desaparecido e analisar suas redes sociais (facebook e outros), de tudo mantendo a polícia informada.

Com relação às crianças, converse com seu filho e recomende a ele:

•Nunca fale com estranhos, mesmo se a pessoa o chamar pelo nome;
•Não aceite caronas, presentes, comida, dinheiro ou convites de pessoas estranhas;
•Memorize o endereço e telefone dos pais (se seu filho tiver alguma deficiência que impossibilite sua comunicação, faça um cartão com esses dados);
•Ande sempre acompanhado na rua e em lugares públicos. Nunca ande sozinho!;
•Evite entrar sozinho em banheiros públicos;
•Se for abordado ou seguido por alguém de carro numa rua, comece a andar na direção oposta do carro e entre numa loja, escola ou outro lugar seguro;
•Procure um adulto ao perceber alguém rondando a casa e grave a aparência da pessoa para descrevê-la à polícia, se for necessário;
•Nunca fique sozinho quando estiver esperando alguém buscá-lo;
•Não coloque dados pessoais como endereço, telefones nas redes sociais e NUNCA marque um encontro com desconhecidos.

Aviso:
A Polícia Civil fez este pronunciamento para tranquilizar as famílias de Rondônia, pois não há nenhuma quadrilha especializada em sequestrar crianças para retirada de órgãos, e se algum dia houver, ela com certeza será desarticulada por nossa instituição. Não tenham medo de enviar seus filhos à escola, mas sempre é bom tomar os cuidados que sugerimos acima.


______________________________________________________________________



28 de ago de 2013

Polícia investiga a hipótese de sequestro de João Rafael


João Rafael Kovalski
A principal suspeita da polícia especializada do Paraná, SECRIDE,  é que o pequeno João Rafael, de  2 anos, possa ter caído em um córrego perto de casa.  O Corpo de Bombeiros vasculhou  o local e não encontraram nenhum vestígio..

Eles também investigam a possibilidade de sequestro, que segundo testemunhas, um desconhecido foi visto  conversando com a criança na porta de casa.

INFORMAÇÕES:

SECRIDE   41 - 3224-6822  ou familiares da criança 41 - 3678-6050 e 41 - 8850-0273


João Rafael,  estava em casa com os pais e avós, na zona rural da cidade de Adrianópolis (PR), quando  desapareceu, na manhã de sábado (24).   


24 de ago de 2013

Jovem de Madureira está desaparecido

Gustavo Araujo Rodrigues, está desaparecido desde o primeiro dia de agosto.

Os dados enviados pela irmã que pede ajuda na divulgação, são:

DESAPARECIDO
Nome: Gustavo Araujo Rodrigues
Data de nascimento: 27/09/1992 IDADE : 20 ANOS 
Nome da mãe: Andrea Araujo Rodrigues
Cidade aonde morava:RIO DE JANEIRO
LOCAL AONDE DESAPARECEU: PRÓXIMO A MADUREIRA
DATA DO DIA QUE DESAPARECEU: 01/08/2013
 ALTURA:1 ,65,MORENO 
CICATRIZ NO ROSTO DO LADO DIREITO,MARCHA NA PARTE DE TRÁS DO PESCOÇO 
PERNA ESQUERDA MENOR POR CAUSA DE UM ACIDENTE 

Informações podem ser enviadas para contatodesaparecidos@gmail.com

ou no FACEBOOK  -

http://www.facebook.com/Amanda.iab


22 de ago de 2013

Jair Bispo da Silva Junior desapareceu em Santo Amaro

Jair Bispo da Silva Junior - Imagem/Família


Desaparecido em 07/08/2013
Local: Rua Cristovão Pereira - Santo Amaro - SP
Registrado na 27° Delegacia Sto Amaro-SP  - BO 8483/2013
Mãe: Maria dos Santos Lopes
Nasc.: 07/03/1987

Informações: (11) 5572 1200 ou 181

Queixa : 18273/2013 SSP-SP - (11) 3311-3547 / 3311-3548 / 3311-3983 


Histórico enviado:
Jair está desaparecido desde o dia 08/08.
Ele saiu de casa não levando nada,  sem documentos, deixou tudo.
Fizemos BO, também fomos DHPP e diariamente os familiares e mãe tem percorrido abrigos e as ruas com foto na esperança que alguém dê alguma pista.

contatodesaparecidos@gmail.com

--------------


Adolescente de Taubaté desaparecido há 8 dias encontrado na capital

Luiz Felipe Costa da Cruz estava desaparecido / Imag Divulgação net
O adolescente Luiz Felipe Costa da Cruz, 16 anos, foi encontrado pela polícia na capital de São Paulo, na noite de quarta feira (21), depois de ficar uma semana desaparecido.

A última vez que foi visto foi no dia 14, em Taubaté onde reside, quando saiu de casa para ir a escola. Naquele mesmo dia, os pais perceberam que ele não havia levado o material escolar, apenas medicamentos.

Familiares e amigos fizeram uma passeata durante a semana na tentativa de localizá-lo e espalharam cartazes pelo local. Nas redes sociais também foi feita grande mobilização para encontrá-lo.

Ele estuda em um colégio que fica nas imediações de onde ele mora e costumava ir a pé até o local.

Luiz Felipe conta sua aventura.
Ele foi até Caçapava e depois pegou um ônibus para São José dos Campos e em seguida outro para São Paulo. Na capital paulista, ele dormiu no terminal Tietê e quando acabou o dinheiro resolveu procurar uma tia que mora na cidade. Na noite de quarta-feira (21), a parente acionou a polícia e trouxe o garoto para Taubaté na manhã desta quinta-feira.


-------------------

18 de ago de 2013

Desaparecida no RS é encontrada em Tubarão


Mulher foi localizada pela Polícia Rodoviária Federal

17 de Agosto  - Via Marcelo de Bona - marcelodebona@engeplus.com.br

Uma andarilha, de 31 anos, com registro de desaparecimento na Delegacia de Polícia do município de Três Cachoeiras, no Rio Grande do Sul, foi localizada por volta das 19h30min, desta sexta-feira, em Tubarão.

A mulher foi encontrada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Tubarão, quando trafegava pelas margens do Km 335,4 da BR-101. Os patrulheiros rodoviários encaminharam a ocorrência para a Delegacia da Mulher.

Informações com a Polícia Rodoviária Federal ou Delegacia da Mulher de Tubarão/SC

----------------------------------------

15 de ago de 2013

O misterioso desaparecimento de um estudante de direito em SC

Everton Luiz  da Cruz - TON - Desaparecido

As fotos acima, foram tiradas poucas semanas antes do desaparecimento. Nelas,  Ton está com minha filha e amigos da faculdade, alegre, brincalhão e feliz com o curso de Direito que frequentava na Univali do Kobrasol (SC). Esforçado, ele se destacava entre os melhores alunos  da sala e tudo indicava que teria um futuro brilhante. Além disso, trabalhava como instrutor em uma academia e morava no mesmo terreno da sua tia, Jurema de Lourdes dos Santos, a quem tratava como mãe. Naquele último domingo à tarde, em agosto de 2011,  quando atendi o telefone, era ele. Brincalhão como sempre, estava alegre e queria combinar  os últimos detalhes do trabalho da faculdade com a Juliana, minha filha, que eles  apresentariam juntos naquela segunda-feira.

No dia seguinte, ao voltar  da Faculdade, Juliana falou preocupada: “Não sei o que houve, o Ton 
não apareceu, vai perder a nota do trabalho.” Preocupada, principalmente porque ele nunca faltava, tentou várias ligações para o celular dele, mas não atendeu. Na terça-feira, pela manhã, ela ligou para a Academia  onde ele era instrutor e lá informaram que não foi trabalhar no dia anterior.

Ao saber disso, passei a sentir uma sensação muito  ruim. Ton desapareceu? Não, não podia ser! Às vezes, fico meio paranoica ao ver tantas pessoas desaparecendo e Ton conhecia este meu trabalho junto aos desaparecidos, ele jamais brincaria com algo tão sério. Mas naquela terça-feira ele também não apareceu na aula e no dia seguinte, a tia Jurema confirmou que não o viu mais depois de domingo.

Surgiu um boato, de um amigo, dizendo que ele já havia sumido uma vez, por depressão, mas não ficou mais que uma semana ausente. Preocupada com as faltas que ele iria  levar, colocando em risco  perder aquela Bolsa do Curso de Direito, decidi ligar para a Faculdade e avisei que ele estava desaparecido, que  fosse notificado para que ele não ficasse prejudicado pelas faltas quando  voltasse. 

Naquela semana surgiram muitos boatos, dos mais variados.Uns diziam que ele havia brigado com a namorada, outros que ele havia discutido com o irmão no domingo à noite, outros que  estava depressivo. Uma antiga namorada dele,  me confidenciou que ele sempre se queixava de fortes dores de cabeça,  mas que nunca falou disso para os parentes para não preocupá-los e ela achava que ele poderia ter passado algum mal súbito.

Nisso se passaram duas semanas e os boatos davam conta que ele  foi visto em vários locais diferentes da cidade e ainda que estava sendo cuidado na casa de um casal amigo. Estes boatos vinham da parte de amigos que o conheciam e todos foram averiguados,  nada se confirmou.

Com dor no coração, fiz o primeiro cartaz do Everton (Ton) como desaparecido e lancei na rede com esperança que alguém pudesse  falar algo  positivo. Olhando o cartaz eu mesma não acreditava naquilo. Vinha-me a lembrança da voz alegre com que havíamos conversado naquele último domingo. Como alguém pode sumir assim? 

Um mês se passou, sem que tivéssemos uma pista concreta de onde ele poderia estar, então pedi para a Jornalista Mônica Foltran  (DC), para que fizesse uma matéria sobre o desaparecimento e foi publicado no  jornal em 29/9/2011. 

Tristeza imensa por não se ter respostas! Onde está o Ton? O que aconteceu com Everton Cruz? 

Teria sido acometido por uma depressão repentina, ou um desgosto muito grande que o fez abandonar tudo?  Estaria desmemoriado vagando a ermo? Teria sido assassinado? Se foi, onde estaria o corpo?

A depressão costuma causar uma série de prejuízos às pessoas, levando-as a abandonar família, estudo, trabalho e tudo mais. O Jorge Gustavo, desaparecido por dez anos, foi  um exemplo disso. Ficou vagando por estradas de uma cidade  à outra por mais de uma década. As estradas estão cheias deles, os andarilhos, pessoas que decidiram se isolar da sociedade, que seguem milhares de quilômetros,  pelas estradas sem fim, sem objetivo algum, apenas andam, andam sem parar. Eles não entram em cidades, quando  chegam  em um município, passam direto ou mudam o trajeto. Geralmente eles não estão documentados. O Jorge Gustavo, nos dez anos em que ficou vagando, atravessou quatro estados, PR > SC; SC > SP; SP>MS. Segundo ele conta,  os Km que ele andou seriam equivalentes a  três voltas em torno da Terra, em linha reta. 

Mas o Ton? Não creio que  esteja na estrada!

Há alguns meses, recebi uma ligação e uma pessoa contou que ao visitar o filho na Penitenciária da Trindade (SC),  teve absoluta certeza que um dos companheiros de cela era o Ton. A partir dessa informação, contatei o Major Marcus Roberto Claudino, da Polícia Militar e hoje coordenador do SOS Desaparecidos de SC, passei à ele a informação para que fosse averiguado, porém mais uma vez nada foi confirmado.

Perto de completar dois anos daquele fatídico dia, a rede  RicMais, transmite uma reportagem  emocionante com a família de Everton Cruz, o Ton, como o chamávamos.

Foi difícil assistir sem deixar a emoção aflorar ...  Este sentimento de impotência diante dos acontecimentos da vida, à qual não conseguimos respostas, é doloroso.  No caso do Ton, caberia uma investigação mais profunda, o que não aconteceu.  Muitos detalhes e controvérsias nesta história  levam a crer que algo de muito sério aconteceu à ele. Temos esperanças, que agora, com a implantação da Delegacia especializada para desaparecidos no estado de Santa Catarina as respostas comecem a surgir.

 Que Deus nos ilumine e esclareça toda verdade, fortalecendo o coração da tia Jurema nesta saudade interminável, assim como da Débora e da Elodi, irmã e tia, incansáveis na busca por respostas.

I.Amanda Boldeke / Agosto 2013
www.desaparecidosdobrasil.org















12 de ago de 2013

Cynthia Rodrigues Saccomani - Veterinária desaparecida

Cynthia Rodrigues Saccomani - Desaparecida - Foto/família
CYNTHIA RODRIGUES SACCOMANI, filha de Sandra Rodrigues Saccomani, está desaparecida há 7 anos.

Ela é formada em veterinária pela UFPR, turma de 1998 em Palotina/PR.

Mãe solicita ajuda  na divulgação.

FACEBOOK


-----------ooo-----------

9 de ago de 2013

Vitória Beatriz da Silva Alves 3 anos DESAPARECIDA

A mãe da pequena Vitória teme pela segurança da  filha que ela acredita possa ter sido raptada pelo pai que é usuário de drogas e não tem residência fixa em Maceió.

Adriana Kely de Araújo,  mãe da criança, explica ainda que a última vez que alguém disse ter visto a menina, ela estaria com o pai nas imediações do Mercado da Produção, na Levada. Outras dizem que a garota estaria vivendo na Vila Redenção, antiga Favela do Bolão, no Farol.

Com medo de represálias ela não divulgou o nome do pai e diz: “Eu não quero problema com ele, só quero a minha filha de volta”

Quem tiver qualquer informação sobre o paradeiro da menina, entre em contato com a polícia, através do telefone 181.

------------------------------------

Fred Magrão Jornalista e ex vereador DESAPARECIDO

Fred Magrão /Arquivo Net
Desaparecido desde junho de 2012 quando acometido por grave crise depressiva.

Jornalista e ex-vereador por Carapicuíba, em duas gestões,  Esmeral Frederico Amazonas, popular Fred Magrão, 53 anos, domiciliado em Osasco (SP), desapareceu de forma misteriosa em junho de 2012.

 Depois do desaparecimento ele nunca mais fez contato com a mãe, que é idosa, ou com os irmãos que estão à frente das campanhas que buscam trazê-lo de volta.

Quando desapareceu em junho de 2012, Fred passava por grave crise depressiva, largou tudo em sua casa em Quitaúna, Osasco. Seu desaparecimento vem gerando uma série de especulações.

De acordo com testemunhas, ele estaria vivendo como sem-teto, magro, debilitado, cabelos desalinhados  porém educado. Fred precisa de tratamento urgente, pois sofre de depressão e pode estar muito debilitado. 
Ele tem 1.87 de altura, calvo, sorriso perfeito (antes de desaparecer), cabelos e olhos castanhos escuros. Neste período não movimentou conta bancária e nem tentou aproximar-se de ninguém. O RG de Fred está bloqueado. O desaparecimento foi registrado no 1º DP de Osasco, na Vila Pestana. 
B.O. 2794/2012.

Informações: contatodesaparecidos@gmail.com

Veronica de Souza da SIlva DESAPARECIDA

Veronica de Souza da Silva


INFORMAÇÕES -

VERONICA DE SOUZA DA SILVA

Pai : JOSÉ DA SILVA
Mãe : VALDECI BATISTA DE SOUZA DA SILVA
Sexo Feminino
Nasc. em : 03/01/1988


Natural de : 

Características : OLHOS CASTANHOS - PELE BRANCA - CABELOS CASTANHOS
Outros dados : TATUAGEM NO PÉ ESQUERDO - " O SR. É MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ"

Queixa : 9131/2009
Boletim de Ocorrênica: 2492/2009

Você viu esta pessoa? Clique aqui ou ligue
para (11) 3311-3547/3311-3548/3311-3983
Polícia Civil do estado de SP